Razões porquê a Igreja DEVE participar do Metaverso

Razões porquê a Igreja DEVE participar do Metaverso:


O ECEVerso - Espaço Cristão Evangélico no Metaverso é pioneiro na ICEB em relação a ter um ambiente no Metaverso, isto é, um espaço para até 50 pessoas/avatares simultâneas com 2 ambientes de reuniões e 1 ambiente para projeção de mídias, e está disponível 24h por dia, chamado de ECEVerso's Home, e identificado com o Logo da Rádio e TV Cristã Evangélica. A partir deste ambiente são marcadas sessões com agendamento prévio de data e horário com início e fim, chamadas de EVENTOS, que são acessados com facilidade por um CODE pré-definido.

É muito importante destacar que estamos ainda limitados ao 4G e ao acesso por Desktop ou Notebook em 2D, sem o uso regular dos óculos VR, que ainda não são populares nem têm preços acessíveis no Brasil, tornando a interação com o Metaverso muito limitada em movimentos e dinâmicas. Além disso, ainda não conseguimos convergir uma equipe técnica que pense e crie nosso próprio ambiente Metaverso. Então, o que podemos oferecer é mais do que pensávamos e muito, mas muito menos do que é o Metaverso atualmente, quem dirá daqui há alguns anos!

Mesmo limitados, o ECEVerso já identifica a ICEB neste ambiente de modo muito positivo, inclusive com Eventos de Rádio, ou seja, sala específica que diariamente reproduz toda a programação da Rádio Cristã Evangélica, possibilitando aos visitantes um ambiente com uma programação diversificada que inclui louvores, devocionais, Radiocasts teológicos e toda uma sorte de outras práticas evangélicas via rádio, e já conta com pessoas visitantes que, por curiosidade, adentram o ambiente e passam ali minutos acompanhando a programação.

Queremos parabenizar a Igreja Batista da Lagoinha que criou um espaço formidável, chamado LagoVerso, que retrata um lugar de reuniões e cultos, com áreas criadas para infantis, socialização, salas de reuniões, hall de entrada, murais de avisos de cultos e eventos e amplo espaço para receber dezenas de pessoas/avatares com projeção direta dos cultos na Igreja física projetados em um telão no Metaverso. Sensacional o trabalho de uma equipe de várias pessoas que são técnicos e desenvolvem este ministério na Igreja, além de estarem sediados nos EUA, o que lhes possibilita acesso ao 5G e à facilidade e costume de adquirirem e usarem os óculos VR.

Assista ao vídeo abaixo e conheça o culto de lançamento da LagoVerso.



Assim, passo a descrever, mesmo que brevemente 7 razões porquê a Igreja DEVE participar do Metaverso. Estas vêm na contramão daqueles que querem deter a verdade em suas mãos com suas razões para a NÃO participação da Igreja no Ambiente Metaverso e fazem discípulos e propagadores mesmo sem estes aplicarem um raciocínio crítico sobre seus motivos. Então, a primeira lição a considerar é: analisar criticamente estas razões que serão apresentadas abaixo.

1. Porque ali estão pessoas. Mesmo que identificadas no mundo Metaverso por avatares, a linguagem, os sentimentos, o intelecto, a ação e reação são pessoais. Não são avatares com autonomia.

2. Porque o mundo virtual está impregnado da vontade humana que se expressa por relacionamentos com outras vontades humanas. Assim, não é a um avatar que eu vou me dirigir, mas a uma pessoa identificada por uma imagem virtual, e esta pessoa traz em si toda a característica individual e pessoal do ser humano. Ela sente, mente, ira-se, perdoa, compreende, rejeita e aceita como pessoa e não como avatar.

3. Porque o IDE de Jesus de ir por todo o mundo descreve a extensão da ação e não o método. Então, a pregação do Evangelho descrita no texto bíblico deve ser a todos, estando o homem na Terra, em Marte, numa estação espacial ou no ambiente virtual. Quando este homem responde à mensagem do Evangelho de salvação, deve ser acolhido por todos os meios possíveis e, se possível, também pessoalmente, e inserido no Corpo de Cristo para a prática da Koinonia, com abraços e lágrimas.

4. Porque o Metaverso é o ambiente possível de se criar relacionamentos de amizade e companheirismo, onde pessoas podem ser corrigidas, exortadas, admoestadas e sentirem-se amadas e consideradas importantes. São pessoas que ali convivem e se relacionam!

5. Porque no Metaverso, embora a pessoa esteja atrás de um personagem criado num mundo virtual de coisas, ela só consegue esconder aquilo que pessoalmente ela também esconderia se ela quisesse, e não estamos falando em termos físicos e expressões, mas o que define o ser humano essencialmente, as profundezas de sua alma, que mesmo presencial e fisicamente ela o faz com relativa facilidade.

6. Porque o Metaverso é um instrumento, uma ferramenta de alcance e nunca teve a pretensão de ocupar o lugar da Eklesia, do ajuntamento presencial. Pelo contrário, é um facilitador para encontrar pessoas, arrazoar com elas sobre os assuntos do Reino de Deus, e confrontá-las com a necessidade de estarem juntas. Certamente alguns quererão propor somente o virtual do ambiente Metaverso como igreja, mas isso apenas confirma que o problema não é a ferramenta virtual usada, mas sim a desviada intenção do coração do homem, que com ou sem Metaverso, já não anseia pela comunhão presencial.

7. Porque no Metaverso há sim a possibilidade de exercício diaconal: relacional, de conforto, de consolo e interação com as necessidades do próximo, e cabe ao sistema organizacional da igreja física possibilitar suprir as necessidades presenciais descobertas a partir desta proximidade no ambiente Metaverso. Afinal, um avatar não tem necessidades, mas o ser humano que está por trás dele, este sim!

É evidente que a forma simples aqui apresentada serve apenas para contrapor o simplismo com que o tema tem sido abordado. Carecemos não apenas da vontade de ter a extensão da Igreja criando espaços diversificados no ambiente Metaverso mas também de produzir compreensão de seus efeitos e alcance por meio da sinergia de outras ciências, como: teologia, TI, pedagogia, neuro-ciência, psicologia, sociologia, marketing e outras. Não podemos perder de vista a profundidade das implicações sociais que o Metaverso certamente trará e o assunto deve ser amplamente debatido e acompanhado, organizando resultados e propondo diretrizes que corrijam o percurso.

Desta forma, quero considerar algumas limitações e contrassensos daqueles que não perceberam como a Igreja usou outras tecnologias e se adaptou a elas sem perder sua identidade precípua. Considerem as ferramentas criadas pelo homem:

A. O telégrafo
B. Os Correios
C. O telefone
D. O sinal de fumaça
E. Os pombos-correios
F. O e-mail
G. Os panfletos e literatura
H. Televisão
I. Internet
J. Sites
K. Orkut
L. MSN
M. Youtube
N. TikTok e Kwai
O. Super 8
P. Fita cassete
Q. VHS
R. CD, DVD e BlueRay
S. ICQ
T. Whatsapp
U. ZOOM e Meeting
V. Facebook e Twiter
X. SmartPhone
W. Conferência por voz e vídeo
Y. Video Games
Z. GadGets

Percebam que cada um, a seu próprio tempo, e a seu próprio modo, sofreram rejeições no início e depois foram sendo utilizados sabiamente, ou não, pela igreja e seus membros, bem como pela sociedade em geral.

Vou usar apenas dois dos mencionados acima para uma simples comparação: o ZOOM e o Youtube. A igreja largamente os usa para reuniões virtuais e para propagar o Evangelho por cultos, reuniões, cursos etc.

E o Metaverso? Apenas mais uma ferramenta!! Inevitável, por sinal!

Pr. Geraldo Santos.

Pastor da ICE Vila Antonieta SP
Membro do Quadro de Ministros da ICEB - Igreja Cristã Evangélica do Brasil
Criador e Diretor da Rádio e TV Cristã Evangélica
Criador da ECEVerso - Espaço Cristão Evangélico no Metaverso
Criador da Primeira Rádio Evangélica no Metaverso - Rádio Cristã evangélica
Coach
Formando em Direito
Bacharel em Teologia
Categoria:Ambiente Metaverso

Deixe seu Comentário


GERALDO SANTOS - 25/04/2022 12h41
Meu querido, Silva. Que Deus nos conduza com equilíbrio e sempre na dependência do Espírito Santo. Obrigado pela menção.
José Aparecido Da Silva - 25/04/2022 10h24
Meu Irmão, Parabéns mais uma vez inovando no mundo digital já havia pesquisado um Pouco sobre Metaverso e uso nas Igrejas confesso com algumas reservas quanto ao uso. Todavia vi o quanto pude esclarecer com esta mateira informativa. Espero que não só a ICEB e outros denominações possa ter este esclarecimento pelo Espirito Santo e com sabedoria aprendam a usar este novo produto da tecnologia para evangelização do mundo. Sou hoje frequentador assíduo da Igreja Batista da Lagoinha Alphaville e testemunho das informações aqui passadas Meus Pastores Marcio Valadão e Andre Valadão de Eduardo que Deus continue dando esta visão do Evangelho,!! c